7º pagina [20/06/1014]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

7º pagina [20/06/1014]

Mensagem por Alan_Vitor em Seg Set 28, 2015 9:46 pm





Na tarde do dia de hoje acabei falando algo, talvez levado pelo sangue quente, que despertou o interesse do andarilho das Dunas. Citei pela primeira vez com alguém deste diário, que possuo e para minha surpresa o andarilho gostou e me contou também gostar da arte da escrita. Me falou de alguns de seus contos e me deu dicas de escrita. Achei um tanto quanto estranho, a aparição daquele elfo no condado de palestina. Ele ser um especialista em lâminas curtas, escritor e acabar me treinando, parecia que o destino estava querendo me ajudar, agora me restava a duvida, por quê?
Perto do final da tarde, o andarilho das Dunas me falou que treinaria por menos tempo hoje, pois teria que ir pegas suas gládios, que o senhor harryson terminaria de forjar na tarde de hoje. Lembrei-me que ontem ele comentou comigo, que não deveria ir trabalhar hoje e que ontem também chegaram algumas caravanas no condado. Então o metal que ele esperava tinha finalmente chegado?
- Hey garoto, para de ficar olhando para o nada e pensando tanto. Vou sair mais cedo, mas você deveria continuar praticando só. Já tem tempo que não faz isso, não e mesmo?
- Estava pensando que é estranho, o senhor Harryson não ter me falado nada sobre forjar suas espadas hoje...
- De qualquer forma, antes de ir quero falar com você.
- O que?
- Tenho visto você treinar a um tempo, achei que seria perda de tempo te ensinar algo, mas eu precisava de uma distração.
- Eu imaginei...
- Porem, nestas ultimas semanas você evoluiu bastante. Começamos eu usando dois galhos que ao fim do dia se partiam, agora uso uns oito, não é só de força física que estou falando, e sim de habilidade com duas espadas!
- Obrigado, não espera um elogio assim vindo de você.
- Então escute bem, não vou falar de novo! Ensinei-te tudo que eu poderia nestas curtas semanas, porem, você precisa agora de conhecimento pratico. Sabe o que quero dizer?
- Quando entrar no exercito, treinar bastante com outro soldados e...
- Não! Estou falando que você precisa dessa experiência em combate, antes de tentar entrar no exercito, faltam seis meses para o recrutamento do exercito de são Salvador começar, você precisa estar pronto antes!
- Mas como? Não existem muitos bons guerreiros em Palestina. Nas redondezas não acho que eu vá achar um mestre ou especialista habilidoso para me treinar.
- E quem falou em achar um mestre ou um especialista para te treinar? Não precisa de mais conhecimento teórico e sim pratico! Você aprende muito com alguém quando luta a serio contra a pessoa, mas aprende até certo ponto. Depois é bom ir atrás de outra pessoa e seguir aprendo um pouco que cada um possa te ensinar. Mesmo que eles não percebam isto – Neste momento, o andarilho das Dunas fez gestos com suas mãos, como se fosse invocar alguma magia e lançou sua pergunta, como uma wyvern se lança de uma colina antes de levantar voou. – Você sabe jovem uma excelente maneira de se fazer isto?
- Os desafiando para lutar?
- Exato, os desafiando para duelos de honra!
- Mais e se não aceitarem?
- Um desafio de duelo de honra é visto sempre como algo serio, raras pessoas se negaram a aceita-lo, mas caso neguem. Insista! Mas te advirto de um perigo.
- De minha insistência causar a fúria da pessoa e ela chamar seus amigos, para um banho de sangue?
O andarilho ficou parado me olhando com olhar curioso e falou. – Bem... Isso também, mas me refiro à rendição.
- Como assim?
- A realidade dos combates difere um bocado dos contos dos livros. Você não vai lutar desejando a morte eminente do seu oponente, e sim a rendição do mesmo. Render um oponente, por mais que para um garoto como você possa parecer simples, é deveras complicado. Porem, eu vejo sempre como o correto a ser feito. – A voz do andarilho mudou para um tom mais serio, mais sombrio e com um olhar mais obscuro, ele continuou. – Matar só em ultima opção!
- Você está bem?
Sua voz e olhar voltaram ao de costume, sem dar pausas para se pensar ele continuou a falar. – Mas assim como você tentar render o oponente, se o seu oponente chegar a te render numa luta, não tente bancar o mais rápido e desferir um golpe, aceite a derrota. Sua vida vale mais que uma vitoria, sempre tenha isto em mente...
- Realmente é uma boa ideia, mas são poucos guerreiros que eu poderia desafiar por aqui.
- Você ainda não entendeu né?
- O que?
- Alem de pratica em combate, você precisa conhecer melhor seu reino. Saber como se virar só num lugar desconhecido, entre muitas outras coisas. Allan você só poderá obter tudo isso de uma forma.
Neste momento idéias me surgiam à mente, imagens do que poderia vir a se tornar minha vida, mas como num impulso me contive e deixei que minhas idéias fossem confirmadas por aquele quem as atiçou.
- De que forma? - Perguntei.
O andarilho sorriu, elevando seu tom de voz. – Andando pelo mundo! Conhecendo cada canto deste vasto reino. Procurando por oponentes dignos e os desafiando. Ensinando e aprendo com cada um deles a cada golpe, cada esquiva, cada defesa bem ou mal feita, cada palavra desferida na fúria do combate ou na calmaria de uma conversa. Você irá aprender e evoluir podendo se tornando um guerreiro, ou melhor, um exímio especialista em lâminas curtas!
- Acha mesmo que esta é a melhor forma de eu me tornar um especialista?
- Pode ter certeza. Se você conseguir viajar por todo o reino em poucos meses, desafiando oponente, enfrentando perigos e sobreviver. Entrar pro exercito será moleza, mas tenha em mente, cuidado ao desafiar um oponente. Podes acabar frente a frente com alguém muito melhor que você, que seja um carniceiro, que não vai parar a luta até que aja uma morte. Haverá perigos maiores que um homem armado e pronto a te matar. Saiba que existem criaturas que te partiriam ao meio, mais facilmente que um forte anão que desça um pesado machado em sua cabeça! Há mulheres que com uma simples adaga bem escondida, podem ser mais perigosa que um que um homem armado com uma Zweihänder!
Fiquei uns minutos parado, pensativo, distante. Passei toda minha vida naquele condado. Visitei condados vizinhos poucas vezes e agora me surgia essa ideia de correr o mundo, sair desafiando estranhos para duelos de honra? Enfrentar perigos maiores dos que já tem aqui? Mas como se tivesse levado uma coronhada da espada do destino eu parei de pensar nisto e visualizei outras coisas.
Entrar para o exercito do reino de são Salvador, significa não só ser um soldadinho, que cuida de um forte ou de uma muralha. E sim um guerreiro preparado para qualquer situação de vida ou morte! Que saiba se virar em qualquer terreno, e a melhor forma de eu conseguir isto era me tornando um andarilho!
Voltei-me ao andarilho das Dunas, com uma expressão de seriedade e resumi o que pensava em poucas palavras. – Eu aceito sua ideia, me tornarei um andarilho! Porem...
- Porem?
- Acho que para um maior aprendizado, eu deveria focar em desafiar apenas especialistas. Então me limitarei e me concentrarei em desafiar apenas especialistas!
- Acho uma boa odeia, só saiba, especialista é a classe mais escassa atualmente no reino. Achar muitos será um trabalho mas, pode tornar a viajem mais interessante ter um objetivo destes. De antemão já posso te indicar três que você pode correr atrás.
- Quem são?
- O primeiro mora neste ducado, só não sei exatamente em que condado poderá ser encontrado. É o visconde Slade, mas para que ele aceite o desafio terá que se mostrar um digno oponente e insistir bastante!
- Um visconde das terras sem fim? Você é mesmo um guerreiro que anda entre os nobres...
- Todos os três são nobres.
- O que? – Me espantei. – Achas que eu teria chance de conseguir desafiá-los? E deles aceitarem os desafios?
- Sei lá, só vai saber depois que tentar. O segundo também reside neste ducado, seu nome e Fred Adler.
- Fred o que?
O andarilho sorriu, como se algo tivesse saído como ele planejou.
- Como pensei, não sabe quem é está figura. Bom, você provavelmente vai encontrá-lo no condado de castelo branco junto ao exercito, mas para as coisas ficarem mais divertidas, não tente descobrir quem é ele, até o ultimo minuto.
- Por quê?
- Bom, ele é digamos, uma pessoa com cargo alto no exercito. Seria interessante que você o enfrenta-se, sem este conhecimento exato.
Após este comentário do andarilho das Dunas eu parei e refleti sobre quem deveria ser esta pessoa. Não conhecia totalmente como funcionava o exercito, mas pelo pouco que meu pai me falou eu arrisquei um palpite, respirei fundo e falei. – Ele é tipo... Um capitão?
O andarilho abriu um sorriso largo e respondeu. – É, tipo um capitão.
- E quem é o terceiro?
- O terceiro e ultimo nobre, meu velho amigo, mora bem distante daqui. Então recomendo que deixe para ir ao sem encontro por ultimo. Ele reside e governa as terras de onde vim, é o duque das dunas Ian Improta!
- Duque!?
- Sim, você sabe o que é um duque não é?
- Você está louco? Acha que eu teria chance de conseguir falar com um duque? E ainda por cima desafiá-lo a um duelo de honra... Acho que eu iria para a forca na hora!
- Calma, ele não é assim pode acreditar. É só citar que eu o mandei lá que ao menos ele responderá seu desafio.
- Posso tentar. Então o plano é eu ir atrás desse Fred no condado de castelo branco, de lá procurar ir ao encontro do visconde Slade, depois ir atrás do Duque Ian. Após isto, ir para o exercito enfrentando os especialistas que eu achar no caminho?
-Não, vá atrás de Slade e Fred. Depois percorra todos os ducados do reino! Deixe o ducado das dunas por ultimo, acho que terá mais diversão com os nobres de lá do que imagina. Por ultimo vá para o alistamento do exercito. Não vai achar especialistas fácil assim em seu caminho, terá que procurar por eles nas cidades, em especial nas tavernas. Caso eles estejam em condados distantes, corra até eles.
- Será uma grande viajem.
- É, será sim. Antes disto tenho uma ultima coisa a ver em seus golpes, quero confirmar se esse seu estilo pessoal é como eu estou pensando. Se for como o de outro amigo meu, sei uma combinação de armas melhor para você do que duas gládios, mas para isto terei que te ver lutando a serio. Terei que usar armas de verdade não gravetos.
- Como assim?
- Hoje falarei com o Harryson, para te liberar da forja amanha. Apareça aqui cedo como hoje, nesta noite descanse bem. Quero você amanha no seu melhor!
- Para quê?
O andarilho sorriu e como um capitão que inspira suas tropas antes da batalha, ele falou palavras que juntas tinham mais do que só letras. – Eu Andarilho das Dunas, aqui nomeado guerreiro que anda entre os nobres. Excelente especialista em lâminas curtas, pertencente ao ducado das dunas do reino de São Salvador, pupilo de um dos maiores especialistas em lâminas curtas deste reino e amigo de tantos outros e agora mestre de Allan Victor End, desafio a ti meu primeiro e espero que ultimo pupilo. Aprendiz de um anão forjador, que sonha em um dia ser um especialista pertencente ao exercido do reino de São Salvador, também conhecido como matador de moscas, para um duelo de honra!



Terça-feira, 20 de Junho de 1014.
avatar
Alan_Vitor
Soldado

Batalha Cênica Salvador Mensagens : 51

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum