12º pagina [28/06/1014]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

12º pagina [28/06/1014]

Mensagem por Alan_Vitor em Qua Nov 11, 2015 1:53 am





Mas uma vez venho escrever neste diário, agora chego até a me perguntar porquê eu continuo escrevendo aqui, mas por falta de uma resposta em minha mente eu continuo... Estou de péssimo humor hoje! Porém, vim relatar aqui nestas paginas já que não faço isso a uns dias, espero terminar me sentindo melhor do que eu estou neste momento.
Deixe-me voltar até quando ainda estava em Castelo Branco. Após descobrir que Fred não estava lá, eu consegui pistas de Slade, as segui e após caminhar por entre planícies que pareciam não ter fim, do nascer do sol até pouco tempo após ele se pôr no horizonte, eu cheguei à taverna que fica no condado de Nova Brasília, condado este que ainda pertence ao ducado das Terras Sem Fim, mas fica próximo a fronteira do ducado dos Bosques e das Dunas ao mesmo tempo. Na taverna me informaram que eu realmente poderia achar o visconde Slade por lá!
A taverna fica no final do condado, próxima a um pântano e é um dos poucos lugares por aqui. Ao chegar eu observei por fora que era um bar simples, porém por dentro o local é mais aconchegante e muito maior do que parece ser por fora. Falando com quem trabalha por lá eu descobri que o visconde realmente frequentava este local, mas me informaram que ele era imprevisível e poderia aparecer a qualquer momento, tanto logo como daqui a anos... Sorte que aos fundos da taverna eles tinham uns quartos, e estavam livres, e pude pagar para passar uns dias.
A maioria do meu tempo eu gasto aqui, sentando, aguardando ele ou alguma pista dele chegar. Com uma pessoa que trabalha aqui eu consegui uma descrição de como aparenta ser o visconde e fico atento a qualquer um que cruze aquela porta com a sua descrição... Mas já faz um tempo e nenhum sinal dele... Já faz três dias. Três dias! E nenhum sinal dele, me passa até na mente se as informações estão erradas ou se ele não acabou morrendo...  
No inicio era até divertido ficar aqui no canto observando as pessoas dançando e cantando enquanto enchiam a cara, eu pensava em ir ao quarto escrever, mas por receio de Slade aparecer neste momento eu acabava ficando e por vergonha de escrever em publico eu fiquei sem escrever esses dias. Hoje perdi a vergonha e estou aqui escrevendo neste diário na mesa da taverna, mas parando a cada vez que ouço o barulho da madeira da porta ranger simbolizando que uma nova figura entrou na taverna, ou a deixou.
Com o passar dos dias a graça de estar aqui foi se perdendo e agora estou no canto mais afastado do bar, sentado só na mesa, hora escrevo, hora observo quem entra, hora olhando para o nada e pensando sobre tudo. Agora observo que estou num local com a iluminação menor que o resto do local e que definitivamente eu não me dou bem com esse clima de festas, bebedeiras e coisas do tipo.
Penso em como eu estou longe de casa e onde esta minha jornada tinha me levado. Eu já estava fora á dias e não consegui nada! Penso até em sair daqui, voltar ao meu condado e desistir de tudo... Mas desistir é algo que eu não sei fazer e não pretendo descobrir agora! Continuarei aqui até pelo menos surgirem novas pistas.
Meu humor continua péssimo e, antes que eu atire este diário na cabeça de um bêbado que não para de falar sobre como matou com uma mão um exercito de lizzards sozinho, eu vou terminar esta pagina por aqui.



Quarta-feira, 28 de Junho de 1014.



avatar
Alan_Vitor
Soldado

Batalha Cênica Salvador Mensagens : 51

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum