Larp Mixing Desk (Mesa de Mixagem do Larp)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Larp Mixing Desk (Mesa de Mixagem do Larp)

Mensagem por Triade em Seg Set 08, 2014 2:22 pm

Fonte: http://nordiclarp.org/wiki/The_Mixing_Desk_of_Larp



Mesa de Mixagem de LARP é uma metodologia que auxilia bastante na organização de um larp, considerando os pontos que você deseja atingir com a atividade, que podem não ser extremistas e também uma forma de jogadores que conhecem mais sobre larp de conhecer melhor como é o tipo de larp que estão lidando ou participando.

É sabido que existem inúmeras formas de criar e jogar um larp. Um organizador que deseje criar um, deve ter bom conhecimento das possibilidades existentes e as técnicas que podem melhorar e conduzir melhor seu jogo.

Ajustar os principais estilos de jogo pode ser feito de forma visual e fácil através desta mesa, facilitando a criação. Basta o criador, tendo a ideia base na cabeça, avaliar em cada fader qual o nível ou objetivo que deseja para o seu larp.

Na BCS utilizamos os seguintes faders:

Abertura

Nível de segredo das informações do jogo.
Valor Máximo: Aberto
Valor Mínimo: Fechado
É basicamente o quanto você, como criador, passa de informações para os jogadores.
Um jogo mais aberto é um jogo sem segredos, todos jogadores sabem de tudo (inclusive das informações pessoais dos personagens de outros jogadores), como as cenas se desenrolarão, o início e o fim da história. Em geral um jogo plenamente aberto é defendido pelas vertentes de criadores de larps mais "radicais", tipo a escola turku.
Um jogo 100% fechado é quando os jogadores sabem de quase nenhuma informação, somente aquilo que o organizador considera o mínimo para que eles joguem. A vantagem do jogo assim é quando o larp tem como um dos elementos a confusão e a sensação de abandono. Em outros larps, níveis consideráveis de fechamento dão ar de mistério, mas é sabido que fechamento demais dificulta a atuação dos jogadores.

Ambientação

Nível de recursos de cenário (som, luz, vestimentas).
Valor Máximo: Ilusão 360°
Valor Mínimo: Minimalista
O quanto de recursos estão disponíveis para criar o ambiente do larp. Se dispõe de sonorização, iluminação cenográfica, figurinos trabalhados, etc. Em larps trabalhados, é comum investir em ambientação, mas há bons larps que são feitos quase sem nenhuma ambientação, mais comuns em chamber larps (larps feitos em câmaras fechadas, muitas vezes monólogos).

Comunicação

Tipo de comunicação/interação estimulada entre os personagens.
Valor Máximo: Físico
Valor Mínimo: Verbal
Se a interação entre os jogadores é mais física ou verbal.
Não necessariamente as interações físicas envolvem somente combate, mas uso de toques (como no Ars Amandi) e contato visual são considerados contatos físicos. Há larps plenamente físicos que quase não há comunicação verbal, mas há muita linguagem corporal, como há larps tensos e combativos sem contato físico, sendo comum as brigas, debates e ameaças.

Interferência

Nível de influência (controle) do organizador no larp.
Valor Máximo: Máximo
Valor Mínimo: Mínimo
Defina sua necessidade de intervenção no larp.
Há alguns larps que precisam constante supervisão do organizador, seja pra questão de segurança como para orientação, mas existem larps que o objetivo é que os jogadores criem a história, ficando o organizador quase como um observador, anunciando somente o início e o fim do jogo.

Lealdade

Lealdade do jogo a sua história ou ideologia.
Valor Máximo: Plausibilidade
Valor Mínimo: Jogabilidade
Há larps que o objetivo é a simulação da realidade, e portanto exigem que os jogadores hajam com mais plausibilidade. Em geral temas que envolvem recriação de acontecimentos ou sensações vão para este lado.
Na outra ponta, o importante é mais o entretenimento, vivenciar experiências impossíveis, como mundos mágicos ou num futuro fictício. A jogabilidade acaba mais importando que ser plausível ou aceitável cientificamente.

Metatécnica

Metatécnicas são técnicas de dar informações aos jogadores, podem ser discretas a intrusivas.
Valor Máximo: Intrusiva
Valor Mínimo: Discreta
Quando o organizador precisa dar informações ou incluir uma trama na história, ele precisará de metatécnicas, que geralmente envolvem desde papeizinhos escritos até parar totalmente o larp para fazer uma cena paralela. Decida aquilo que melhor se encaixa no tipo de larp que está criando.

Motivação

Base da motivação do jogo.
Valor Máximo: Competitivo
Valor Mínimo: Colaborativo
Existem no larp jogos colaborativos e competitivos.
São duas filosofias distintas, mas que podem trabalhar juntas.
O larp colaborativo emprega o uso do "Play to Lose", isto é, jogar pensando nos defeitos, em não se preocupar em ser o melhor, mas explorar as fraquezas e personalidade de sua personagem. Esta forma de jogar deixa o jogo mais profundo, mais dramático.
Do outro lado o larp competitivo busca a competição saudável, conseguir vencer as dificuldades ou resolver enigmas. São larps mais voltados a cenários de conflitos.

Personagens

Responsabilidade de criação dos personagens.
Valor Máximo: Organizador
Valor Mínimo: Jogador
Os personagens já vem prontos, criados pelo organizador, ou os jogadores que criam eles por completo?
Em geral personagens prontos são mais indicados a jogos mais curtos, com tema e história bem definida. Jogos muito longos, como os larps de campanha, tendem a ter personagens criados pelos jogadores.

Pressão

Nível de pressão em cima da atuação do jogador.
Valor Máximo: Forte
Valor Mínimo: Leve
Certos tipos de larps exigem altos níveis de seriedade dos jogadores, as vezes a pressão pode vir por questão de responsabilidade do personagem em relação ao sucesso da cena e também esta pressão pode vir do peso que a ações das personagens tem sobre a continuidade da história.
Em larps de pouca pressão, as atitudes dos jogadores pouco influem no andamento da história, as vezes pouco é exigido no dramatismo dos jogadores e também pode ser que o tema do larp seja bem descontraído e pode ser interrompido sem muitos problemas na dinâmica.

Sangria (Dentro)

Sangrar para dentro é quando um jogador traz as suas próprias emoções para o personagem.
Valor Máximo: Diferenciação
Valor Mínimo: Próximo
Sangria é um termo que significa misturar sentimentos do jogador e do personagem.
Às vezes o objetivo do jogo é que o jogador traga suas convicções ou conceitos para a personagem com fim de questionamento ou auto-crítica.
Sangria próxima quer dizer que as sensações do jogador e da personagem estão bem próximas, enquanto diferenciação é quando se busca separar bem o jogador do personagem.
O criador do larp deve pesar bem esta ferramenta, pois sangrar é como fogo: tem que saber controlar ou poderá causar um incêndio e arruinar o larp.
avatar
Triade
Moderador

Batalha Cênica Salvador Mensagens : 50

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum